quinta-feira, 16 de maio de 2013

Só sei que nada sei

Hoje senti a falta disto. Hoje. Agora. Neste preciso momento. Provavelmente não vou escrever grande coisa porque, na verdade, o que quero dizer não pode (ou não deve) ser partilhado.
A questão é que nada está como devia estar. Parece que tenho o mundo do avesso, que já não me reconheço nas minhas próprias atitudes. Faço as coisas sem pensar, e quando penso que penso, penso mal. Precisava dos velhos dias, de arrumar a cabeça, precisava das velhas pessoas e dos velhos conselhos. Talvez esteja perdida e precise apenas de me reencontrar nisto que se tem tornado um cenário que já não reconheço como a minha vida. O meu dia-a-dia, o rumo que a minha vida tem vindo a levar... Esta não sou eu. Despersonalizei-me na tentativa furtiva de me encontrar e agora deparo-me com a fragilidade dos meus vários "eu's" dispersos por quem já não sou. Enfim, o meu mal deve ser sono (oxalá fosse...)

1 comentário:

Rui Costa disse...

Tanta tristeza e confusão a pairar nessa cabeça, apesar de eu próprio estar de rastos pelo meu benfica ter perdido 2 competições na mesma semana nos descontos, tão injusto parece praga, não acredito que o teu problema seja esse ... força, melhores dias virão e com eles o teu verdadeiro EU.