sábado, 30 de junho de 2012

De volta às leituras

Vou voltar às leituras. Eu não sou fã de ler, apesar de achar que nos cultiva imenso, devido ao ritmo super acelerado que a vida tem hoje em dia, raramente me deito na cama a ler um livro (nem mesmo aqueles que sou "obrigada" a ler). É mais fácil perder uma hora a ver um filme do que um mês a ler um livro. É triste mas é verdade. No meio da vida agitada que tenho, não me consigo dedicar às leituras como gostava. E como dizem que o gosto da leitura é algo que se ganha o gosto aos poucos, digamos que não me cultivo muito a este nível, infelizmente...
Tenho, todavia, um livro para ser lido, chama-se Desesperadamente Giulia e foi-me oferecido pela M. e pela C. no meu dia de anos. Por conseguinte, vou começar hoje mesmo a lê-lo! Não sei se o conhecem, mas vou deixar aqui em baixo. É da Sveva Casati Modignani. Gostam da escritora ou do livro? Alguma opinião?
P.S. Não se atrevam a contar-me a história!!!!!


quinta-feira, 28 de junho de 2012

True love?

Lets move on!

Por vezes mergulhamos numa mágoa atroz. Criamos uma ferida que não macha a pele de sangue, mas todo o corpo de lágrimas. Uma ferida que não se vê, mas se sente. Um fogo que cresce exponencialmente sem o conseguirmos controlar. Um ardor fervoroso que nos faz desejar esmorecer e assim ficar. Mas sabemos que temos de nos reerguer. Que temos de converter a fúria em energia, de continuar a jogar este jogo que é a vida, e que o "game over" só aparece quando o último suspiro soar. Até aí não baixemos os braços, não nos entreguemos à febre que é a desilusão, a angústia e o desespero. Quantas pessoas passarão e abandonarão a nossa vida. Quantos fracassos teremos. Quantas vitórias festejaremos. Não podemos dar de bandeja a nossa felicidade, a nossa vontade de viver. É em momentos destes que pensamos em tudo... É nestes momentos de feridas abertas e expostas ao álcool que nos interrogamos acerca de todas as coisas que já passaram pela nossa vida. E estas desventuras, estes dias piores, só servem para percebermos que estamos a tomar o rumo errado. Que temos de virar a vela e seguir contra a corrente. Que não nos podemos resignar ao pouco se sabemos que há mais. Que há pessoas que não nos merecem inteiramente, mas que, algures no mundo, haverá uma pessoa que nos merece por inteiro. Quando encontrarmos essa dita pessoa certa que nos fará sentir coisas que jamais equacionámos sentir, perceberemos que estas mágoas não passam de contratempos que nos mostram que um dia entrará na nossa vida aquela que nos mostrará porque é que nunca funcionou antes com mais ninguém.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Das melhores coisas do mundo...

é um banho de água fria a seguir a um dia de praia. A-doro!

segunda-feira, 25 de junho de 2012

domingo, 24 de junho de 2012

Pocahontas II


Hoje passou no Disney Channel e eu entreti-me a ver este filme pela enésima vez. Gosto muito mais destes filmes em 2D do que dos novos em 3D. As princesas dos novos filmes não são nada bonitas!! A minha Cinderela, Branca de Neve, Bela Adormecida e afins é que são giraças, não é lá a rapariga dos Entrelaçados. Não gosto particularmente deste filme de Pocahontas porque acho que ela devia ficar com o John Smith e não com o outro ruivo. Lembro-me de quando vi este filme pela primeira vez, em criança, fiquei super desiludida e hoje, quando o voltei a ver, continuei com a mesma sensação! Ela devia ficar com o loirinho!! No primeiro filme o romance deles é tão bonito... Enfim, é dos poucos filmes da Disney que me deixa triste no final! Contudo, é um belíssimo filme. Adoro este tipo de animação!

As namoradas/mulheres de alguns dos nossos heróis!

Nani
Fábio Coentrão
Cristiano Ronaldo
Raúl Meireles
Pepe
João Moutinho
Hélder Postiga

sábado, 23 de junho de 2012

A idade estúpida

Aquela que eu também já estive, é certo. Mas a maioria (claro que salvo as excepções) dos facebooks das raparigas entre os 14-16 anos... Que nojo.

Glitter!

Espero que gostem destas imagens inspiradoras para o Verão, cheias de brilho!











sexta-feira, 22 de junho de 2012

Hot?

O Ronaldo na selecção

Já ouvi para aí muita coisa sobre isto e quis dar a minha opinião. Pode não ser a opinião de todos ou, pelo menos, da maior parte dos portugueses, mas é a minha.
O Ronaldo no jogo contra a Dinamarca não fez nada. Nada de nada. E a verdade tem de ser dita. Não houve entrega, não houve paixão, não houve raça. Parecia que estava a desfilar numa passerelle em vez de jogar a sério. Obviamente que não pus em causa a exímia qualidade dele enquanto jogador, já tendo sido considerado o melhor do mundo. Mas verdade seja dita que o Ronaldo na selecção nunca deu o tudo por tudo, até o vermos no jogo conta a Holanda e neste último contra a República Chega. O rapaz esmifrou-se para nos dar a vitória e para que prosseguíssemos neste tão desejado Europeu.
Acho que ninguém põe em causa a sua qualidade como jogador, e todos sabemos que é muito mais fácil brilhar quando temos pessoas que acompanham as nossas jogadas, como acontece quando ele está no Real Madrid, no entanto a nossa selecção tem grandes jogadores que têm feito exibições fantásticas, como o Pepe, o Nani e o Coentrão. O facto do Ronaldo não dar o tudo por tudo na selecção às vezes leva a que as críticas esbarrem sobre ele quando se vê que falta ali a alma Lusitana. Felizmente para nós, o rapaz maravilha resolveu acordar e mostrar o seu valor nestes últimos jogos. E quem viu os jogos sabe que se por mais não ganhámos foi por mero azar, porque o nosso menino chutou algumas contra o poste ou a rasá-lo.
Por isso, aqui fica só mais uma opinião entre milhões - o Ronaldo tem valor e ninguém lho pode tirar, sendo apenas condenado quando vimos que podia dar mais de si e não dá. Nestes últimos jogos redimiu-se bem do que fez contra a Dinamarca e esperemos que assim continue, porque ele é a nossa estrelinha. Com ele ao mais alto nível, nós podemos acreditar na vitória final. Força Portugal, 11 por todos e todos por 11!

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Mas que bomba!

Eu não fazia ideia que o Johnny Depp se tinha separado da Vanessa Paradis com quem estava junto já há 14 anos! Quando vi esta notícia caiu-me tudo. Lembro-me de ter visto que quando o Depp contracenou com a Jolie no filme O Turista, apareceu a Vanessa cheia de ciúmes. E agora, ao que parece, o nosso Johnny já está com a Amber Heard. Como as coisas mudam!

quarta-feira, 20 de junho de 2012

terça-feira, 19 de junho de 2012

Sou mesmo otária, literalmente

Hoje fui fazer exame de Biologia e Geologia de 11º ano para tentar levantar a nota. Resultado: correu mal. Já vi a correcção no Gave e vou ter à volta de 15, mais ou menos. O que me deixa mais frustrada é saber que quando estava indecisa entre duas escolhi s-e-m-p-r-e, e não minto quando digo sempre a resposta errada. Se tivesse acertado aquelas em que estava em dúvida, teria à volta de 18.5. Estou triste, chateada e desiludida porque sei que o 18.5 esteve com uma probabilidade de 50% de ser meu, esteve mesmo ali e eu optei sempre pela opção errada. A lei das probabilidades esteve contra mim. Enfim, é erguer e cabeça e continuar, agora não há nada a fazer.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

domingo, 17 de junho de 2012

The one

Love and other drugs

Meu querido Fernando Pessoa...

Sabes, com certeza, aquela história da despersonalização, da desfragmentação do "eu", de seres "muitos" de uma só vez. Pois bem, nunca li nada tão antagónico como a tua escrita. Como será possível adorar o Alberto Caeiro, chegar a idolatrá-lo e a achar que a sua escrita é o protótipo da escrita simples, mas perfeita e depois chegar à Mensagem e achar que aquilo é dificílimo de se perceber se não estivermos atentos aos mais ínfimos pormenores? Como é possível que o Ricardo Reis seja um apologista acérrimo do carpe diem e o Álvaro de Campos tenha uma 3ª fase tão abúlica que nos chega a fazer ter uma pena desgraçada de um homem tão miserável? Iniciando mesmo o seu poema Tabacaria com "Não sou nada/ Nunca serei nada/ Não posso querer ser nada/ À parte disso tenho em mim todos os sonhos do mundo". Mas isso é só depois de se exaltar efusivamente nas Odes, falando do progresso, da excitação, erotizando mesmo o delírio que sente com a máquina! E tu, tu ortónimo, que dizes que "O poeta é um fingidor/ Finge tão concretamente/ Que chega a fingir que é dor/ A dor que deveras sente", mostras claramente que tudo o que escrevemos não passa de uma racionalização de sentimentos. Não mentimos, não, nós racionalizamos as nossas memórias para as podermos partilhar. Mas parece-me rebuscado demais pensar nisto. A mim e a 99,9% da população. Daí tu seres quem és. Um génio sem igual. O meu ídolo há quase tantos anos quantos me conheço. Mas o terror e o pesadelo dos alunos de 12º ano que tentam compreender aquilo que nem tu compreendias! Descansa em paz, meu amigo, e dá-nos inspiração para te escalpelizarmos até ao mais ínfimo pormenor, se assim nos pedirem...

sábado, 16 de junho de 2012

... O corpo é que paga

Com estes nervos e stresse dos exames, o meu corpo sofre muitas alterações, nomeadamente:

  1. Tiro as peles dos lábios a toda a hora (às vezes faz sangue e tudo!);
  2. Fico com o cabelo oleoso;
  3. Não paro de comer bolachas (Oreos, Filipinos...);
  4. Como chocolates a torto e a direito;
  5. Fico com um feitio insuportável;
  6. Tenho falta de sono;
  7. Irrito-me facilmente;
  8. Não consigo estar parada.
Não vejo televisão há uns dias e só hoje é que reparei nisso. Assim como não me sento no sofá a relaxar há algum tempo. Esta época de exames m-a-t-a-m-e!!!

Now and forever

Hoje só me apetece falar de amor


Falar, gritar, urrar. Escalpelizá-lo até não poder mais. Sentir que o amor está realmente perto, uma vez que seja. Não tenho pensado em nada, muito menos falado, penso que me resignei ao comodismo da aceitação, do querer apenas o que tenho, do não lutar por mais. Mas ontem, ao adormecer, coisas distantes pairaram, de novo, no meu pensamento, e eu cogitei várias situações. Quimeras, meras quimeras que para nada mais serviram senão para aconchegar o meu coração frio, gélido e adormecido. A metodologia do amor é deveras assustadora - ama-se, sofre-se, esquece-se. Mas esquecer... Esquecer é uma palavra tão forte. Será que te esqueceste? Será que eu me esqueci? Será que todos nós esquecemos? Ou que nos limitamos a arrumar as memórias que nos ferem num lugar onde não dilacerem o nosso coração? Quando dizemos "eu esqueci-te" não estaremos a tentar dizer "eu arrumei-te num sítio do meu coração onde não me magoas, por isso não fales comigo senão vais libertar uma força da qual eu tenho medo". Seria um discurso mais longo, é certo, e que diria o mesmo. O mesmo não, diria mais. Diria que é impossível esquecer realmente quem foi para nós o nosso mundo, o nosso ideal, o nosso sonho tornado realidade. Por vezes penso nisto, nestas questões do amar e do esquecer. Porque quando posso afirmar a pés juntos que esqueci, recordo-me que, algures numa gaveta fechada a sete chaves, uma parte do meu coração continua a bater, muito subtilmente, por uma memória do passado.

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Aniversário das celebridades #35


O maior engatatão da história [na série, porque na verdade é Gay!], um dos protagonistas da série How I Met Your Mother, Neil Patrick Harris, na série conhecido como Barney Stinson, faz hoje 39 anos. É daqueles que, à semelhança do que mencionei neste post relativamente à "Lily" não aparenta nada a idade que tem!

Exames

Acabei de fazer o Exame Nacional de Matemática A de 2008 da primeira fase e acho que mais fácil do que aquilo era impossível. Houve uma pergunta com a qual inclusivamente que ri, dada a simplicidade da questão. Até um miúdo de 8º/9º ano conseguia resolver aquilo!! Era bom que o meu fosse assim, era tudo corrido a 20s!! Mas pelo que vi do exame do ano passado e pelos intermédios que têm saído, não me parece que a coisa seja assim tão fácil... Poor me.

Coisas mesmo sem interesse nenhum #6

Não vos acontece não saberem o que dizer quando vão no elevador com um vizinho? Eu acho que é dos momentos mais constrangedores! Como moro no 2º andar, o constrangimento nunca é em demasia, mas imagino quem mora no 9º! Noutro dia fui com um vizinho no elevador e estivemos uns segundos calados, até que ele diz "bem, já passa do meio dia..." ao que respondi "pois é...". E pronto, o elevador chegou (finalmente!!!) ao segundo andar e eu saí. Evito sempre ir com vizinhos no elevador! Não que não goste deles, mas porque não sei minimamente o que dizer!!

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Notas de 12ºano, DONE

Já saíram. Já as sei e acabou a pressão. Fiquei triste com algumas, feliz com outras. Digamos que compensaram as tristezas pelas felicidades!
Português: 19;
Matemática: 18;
Biologia: 20;
Psicologia: 20;
Educação Física: 18.
Média de 12º ano: 19 Valores.
Média do Ensino Secundário (s/ exames): 17,89 Valores.
Para me candidatar a Medicina a média do secundário não dá para grande coisa. Fiquei triste porque se tivesse tido o 20 a português ia a exame com 19, e se tivesse tido 19 a Educação Física ficava com 18 de média da disciplina. Concluindo, a minha média subia para 18 Valores. Não deu, enfim. Agora é concentração máxima e absoluta nos exames nacionais. Espero que os senhores do Gave sejam condescendentes connosco. Os intermédios não foram propriamente fáceis e nós precisamos de uma boa nota para nos candidatarmos. Regozijo-me por ter cumprido o objectivo de ter 20 às disciplinas de um ano (Biologia e Psicologia) pois eram aquelas que me subiriam a média, e subiram. O balanço deste 12º ano foi bastante positivo, pois apesar de nem todas as metes terem sido totalmente alcançadas, não me posso queixar. Exames Nacionais, here I go!

quarta-feira, 13 de junho de 2012

A minha lista de "to do" está apinhada!

Obrigações:

  1. Fazer os exames nacionais dos anos anteriores como preparação (cerca de 44);
  2. Estudar intensivamente Física de 10º e 11º ano;
  3. Rever a Mensagem, Lusíadas, Memorial e Felizmente há Luar!;
  4. Estudar o paralelismo entre a Mensagem e os Lusíadas;
  5. Estudar fervorosamente os complexos.
Lazer:
  1. Ver o episódio que tenho em atraso da Anatomia de Grey;
  2. Ir às compras de coisas para o Verão!;
  3. Continuar a ver a série do Gossip Girl que estou a gostar imenso;
  4. Ver o The Lucky One;
  5. Começar a trabalhar para o bronze.
Com tanta coisa nas obrigações o lazer vai ficar muito pendente... Exames Nacionais, vão embora depressa!

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Questionário académico

Disciplina favorita: Educação Física e Psicologia;
Disciplina que menos gostas: Físico-Química;
Pior matéria: Física - Forças e Leis de Newton!!;
Melhor matéria: Psicologia - Freud;
Negativa mais baixa: Nunca tive uma negativa;
Positiva mais baixa: Não tenho presente, mas à volta do 12 a Físico-Química;
Positiva mais alta: 20;
Melhor horário: Da manhã;
Avaliação mais difícil: Exame Nacional de Físico-Química!!;
Avaliação mais fácil: Inglês;
Melhor livro de leitura obrigatória: Eu gostei de ler todos por acaso... Mas talvez os Maias;
Pior livro de leitura obrigatória: Lusíadas! (os excertos);
Melhor ano escolar: 9º e 12º ano;
Pior ano escolar: 11º ano;
Melhor Visita de estudo: Arrábida;
Pior visita de estudo: Pesca Nova!!;

Deixo o questionário a quem o quiser fazer! *

So lovely!

Momento da verdade


Os exames. São o nosso momento. 30% da nota interna e 50% da nota de candidatura. Eu sou totalmente a favor dos exames, acho que eles são a única forma de nivelar todos os alunos porque todos sabemos que há testes diferentes de outros, professores diferentes de outros e que há notas mais justas que outras, contudo fazer exames a esta altura do ano é muito mau. Eu percebo que os exames são feitos quando toda a matéria está dada, todavia estudar já no Verão (apesar de o tempo não estar grande coisa!) é mau. Até porque estamos todos cansados de um ano inteiro de trabalho. Mas pronto, é assim que está, é assim que é. Vou fazer 4 exames e estou mais que atarefada, daí o blog ter ficado para segundo plano. Agora encontro-me a estudar Geologia de 11º, mas tenho muita coisa para ver ainda e imensos exames para fazer (tenho aqui ao meu lado à volta de duas resmas de papel, só para terem uma ideia!). Por isso é provável que não saibam muito de mim até dia 25 que é quando acabo os exames. Assim que puder, coloco aqui as fotos do baile, há umas muito giras! E de resto... Desejem-me sorte!

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Baile, parte 1

Ainda não tenho as fotos oficiais do baile e como não levei a máquina não tenho fotos nenhumas! O upload está a demorar, ainda devem faltar umas 2h para estar concluído. São cerca de 700 fotos de tamanho grande porque são tiradas com a máquina profissional de fotógrafo, portanto... Mesmo assim, tenho aqui as fotos dos acessórios que usei, quando tiver as outras fotos, também as coloco aqui.

Mala

Sapato

Colar e brincos

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Aniversário das celebridades #34


Hoje o meu querido Liam Neeson faz 60 anos. Como o tempo passa... Eu adoro todos os filmes dele que já vi, acho que as performances são sempre exemplares e os filmes de acção então... Lindos. Parabéns!

quarta-feira, 6 de junho de 2012