sábado, 9 de fevereiro de 2013

LIBERDADE


Nunca me soube tão bem esta sensação de liberdade! Acabou um mês de exames, de estudo, de sebentas e calhamaços espalhados pela secretária. Posso fazer o que quiser e bem me apetecer (pareço uma criança eu sei, mas este mês matou-me!). Não só pelos exames, mas também porque tive um problema grave a nível familiar que me abalou completamente. Passei a 4, falta saber a nota de dois, mas sinceramente estou tão feliz com a minha liberdade que "I don't give a shit if I fail the two last ones", até porque como quero desistir do curso, whatever, venha o que vier! Agora vou ver TV (que já nem me lembro da última vez que me sentei livremente sem remorsos porque devia estar a estudar!), jogar o meu belo Sims, sair, ir a festas, ao café, ler, passear e tudo mais. Freedom é a palavra de ordem de hoje!

2 comentários:

A. Maria Cordeiro disse...

12 de Fevereiro de 2013.
E...cumprem-se 19 anos de Caminho!
Muitos parabéns... ;~)

A propósito de uma curta conversa qe entabulámos hoje, a Quininha ;~) e eu, recordei Ludwig Wittgenstein! Coisas insondáveis da mente.
Realmente, são os "olhos" de cada um que conferem "identidade" ao que é olhado, admirado, valorizado. E, os olhos têm... sentimentos.
Enfim, quem sabe? Um dia talvez possamos debater sobre Wittgenstein e... outros.

Sobre o maior sonho desta aniversariante:
Realmente... a Felicidade é da condição do Ser. É-se ou não se é feliz.
Sou crente que essa condição já se traz quando chegamos Aqui. E, mais... creio que a todos nós é concedido esse, pelo menos potencial, cenário, pano de fundo... whatever.
Depois, tudo dependerá da forma como tratamos o Cenário... LOL

Já na condição do, apenas Estar, encontramos a Alegria / Tristeza, quais "actores" no palco que tem por cenário, aquele que soubemos cuidar, o da Felicidade ou o da Infelicidade!

Cara potencial Colega:
Aqui deixo o meu Zelo pela Serenidade neste 12 Fevereiro, e em tantos, outros, múltiplos de 19...
Acompanharei, Aqui ou Noutro Lugar, o Caminho da Joana, que quero de sucesso mas, acima de tudo, daquela mesma... Serenidade!

Abracinho apertado,

Ana

Joana Filipa disse...

Gostaria, de facto, de passar de potencial a colega, e pelo que se ouve cá em casa, certamente não seria tão boa quanto a doutora já que os seus conhecimentos médicos se assemelham, para mim, aos de uma "deusa da Medicina"!
As pessoas são grandes não só pelo que fazem, mas também pelo que são, e só alguém com uma grande alma e espírito conseguiria fazer o que tão amavelmente tem feito por nós. É sempre um enorme prazer ouvir as suas palavras e regozijo-me por tê-la conhecido.
Um grande beijinho,
Joana Barata