quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Primeiro susto como condutora

Ontem, ia eu no carro, a conduzir, quando olho para o lado e vejo uma pessoa parecidíssima com um amigo meu, se é que lhe posso chamar assim. O impermeável castanho era i-g-u-a-l, o cabelo claro e os ténis desportivos. O sol estava a encandear-me os olhos, então esforcei-me por fixar o rapaz que estava junto à paragem do autocarro. E o trânsito estava a andar lento, por isso continuei devagar. Eis que à frente há uma passadeira e o carro que estava à minha frente trava de repente. Olhei para a frente do nada e pumba, prego a fundo. Não bati, travei ainda com alguma distância, mas para uma inexperiente condutora como eu... Foi o primeiro susto, vi a vida a andar para trás!! Conclusão: nunca mais olho para o lado a conduzir, nem que me pareça o Brad Pitt!

4 comentários:

Timido disse...

Ainda bem que não bateste, mas olha que isso quase não chega a ser considerado susto...
Com o tempo vais acabar por me dar razão e verás que terás outros sustos...
Esperemos apenas que não passem disso, já que estes até servem para melhorar determinados aspectos da nossa condução...

metroecinquentaequatro disse...

Ainda bem que foi só um susto, pois bater com o carro, ou baterem em nós é muito, já passei por isso duas vezes e sem ter culpa nenhuma fiquei sem carro das duas vezes :/
Por isso enquanto forem só sustos, estamos bem :)

Rui Costa disse...

Pelo menos não temos baixas!! LOL Se todos os sustos forem apenas psicológicos não é nada mau ... mas com o tempo e prática isso passa! ;)
Mas todos sabemos que mulher ao volante perigo constante!! LOL

Marta Martins ♥ disse...

Acontece ! ☼ Bom dia =)