quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Our love story

As minhas memórias estão compartimentadas, guardadas em pequenos pedaços de mim, que tento manter guardados para não interferirem com o meu presente. Existem, contudo, certos acontecimentos que vêm trazer ao de cima todos os sentimentos guardados e me fazem lembrar de tudo... Em dias como o de hoje, volto a sentir saudades. De um simples olhar, que ainda sei de cor. De um sorriso brilhante que ainda guardo no coração. Não consigo evitar pensar e dói saber que já não é presente, que a vida seguiu e tomou um novo rumo, da qual um "nós" não faz parte. As lágrimas vão escorrendo à medida que vejo fotos antigas, textos escritos cheios de amor, mensagens que ficaram por apagar. E o pior? O pior é que me lembro de tudo como se fosse hoje. Como se, por vezes, o passado fosse presente na minha cabeça, e eu construísse a nossa história desta vez sem erros irremediáveis. Não fui perfeita, não sou perfeita, mas sei que o que sinto é puro, único, genuíno e que por mais tempo que passe, se há coisas que nunca se vão apagar, este sentimento é uma delas, pois já há muito tempo que assim o é. Às vezes gostava se conseguir pôr tudo para trás das coisas, estar bem com as minhas escolhas e seguir o meu caminho sem olhar para trás, mas a verdade é que, à mínima coisa, a tua luz volta a brilhar e, mesmo sem que eu queira, lembra-me do quão feliz já fui quando era somente "eu", e só conseguia ser assim quando me olhavas nos olhos e dizias "nunca te vou deixar"...

9 comentários:

Neuza Mariano disse...

Querida Joana,
Muito obrigada minha querida.

Um grande, grande beijinho*

Sara Filipa disse...

''Às vezes gostava se conseguir pôr tudo para trás das coisas, estar bem com as minhas escolhas e seguir o meu caminho sem olhar para trás, mas a verdade é que, à mínima coisa, a tua luz volta a brilhar e, mesmo sem que eu queira, lembra-me do quão feliz já fui quando era somente "eu" ''
Como te compreendo*

Joana Filipa disse...

Obrigada eu! Beijinho **

Joana Filipa disse...

Haja alguém...! ahah beijinho **

Unknown disse...

Sinto tudo o que disseste joana, mesmo tudo. O teu texto ajudou me a perceber melhor o que sinto... É lixado o amor.

Beijinhos
David Matos.

Joana Filipa disse...

Ainda bem que ajudou :) fico feliz por saber! "Lixado" para definir o amor penso ser um GRANDE eufemismo, infelizmente...
Beijinhos **

Unknown disse...

O mais difícil é lidar com o facto que perdemos alguém e que por expriencia propria custa desabituar até ás coisas mais simples como uma simples mensagem no telemovel ou simplesmente pelas saudades do que se poderia estar a fazer se ainda estivessemos com aquela pessoa.

Desde que soube que tinhas um blog que andava a lê-lo mas tinha um bocado "vergonha" de vir falar aqui, mas soube bem! Obrigado a sério.

Beijinhos**
David Matos ^^

Joana Filipa disse...

É isso mesmo! Não percebo vergonha de quê! Beijinho :)*

Unknown disse...

ohh pq sou timido xD eu via-te lá na anselmo algumas vezes e tudo ^^ apenas nao queria incomodar!