domingo, 5 de fevereiro de 2012

Não sei se ria se chore

Daqui a uma semana sou adulta. Adulta. É uma palavra demasiado forte, até porque ainda me sinto uma perfeita adolescente. O lado bom é que posso conduzir, de resto... Espero que esta semana passe bem lentamente para aproveitar estes últimos diazinhos! Tanto tempo a ansiar pelos 18 e agora que eles estão mesmo à porta só queria estar a fazer 17! Ai... Nunca estamos contentes. De qualquer forma, será com certeza como todos os outros anos - sentimo-nos exactamente iguais.

8 comentários:

mai disse...

Obrigada (:

Maria Alves disse...

Estou totalmente de acordo contigo Joana. Quando era mais pequena, ansiava tanto ter 18 anos. Pensava que era a idade em que ia viver sozinha, em que ia ter um cão e um gato em casa e dar-lhes os nomes que eu quisesse (really -.-), pensava que já podia conduzir e que a carta era uma coisa que se adquiria num mesito (lol, sim sim), pensava que iria ter a minha própria casa e fazer altas jantaradas com os amigos, e pensava que mais um ou dois anitos iria casar (!!!!!) sim! Agora quase a fazer 18, - tu mais perto deles que eu - penso que a minha vida vai continuar igual, que simplesmente vou ter mais trabalho porque vou entrar para a faculdade, que vou ter um bocadinho de mais independencia porque vou poder conduzir, e que vou poder inscrever-me nas coisas que são para maiores de 18, tipo concursos e assim. Enfim, c'est la vie :D

Joana Filipa disse...

É isso mesmo! Acho que todos nós criámos muitos sonhos em volta desta idade e agora que nos aproximamos dela vimos que, na verdade, está tudo praticamente igual!

Mariana Ramos ♥ disse...

também tenho um presentinho para ti malhuca <3 vai ao meu blogue, e procura na coluna da direita...

AnaBrito disse...

Olá querida, acho que não é o facto de fazer 18 anos que faz de nós ADULTOS, mas sim ter responsabilidades, maturidade para assumir nossos atitudes, trabalhar e saber que no final do mês temos as contas para pagar. Quando fiz 18 anos, pensava como tu. A verdade é mesmo essa, o que muda é já teres idade para conduzir.
Acredita que a maior diferença que notamos é quando saímos de casa dos pais, seja para morar sozinhas ou com alguém, ai sim, sentimos que somos adultas e com inúmeras responsabilidades que não queremos falhar e ter que voltar com esse passo atrás e voltar para casa dos pais. Felizmente dei-me bem, trabalho e graças a Deus nunca estive desempregada...

Boa, e vais ver que ter 18 anos é muito bom :)

Beijinhos

Anónimo disse...

18 Anos! passaram tão depressa! O lado bom da questão é exactamente esse,já podes conduzir(qdo tiveres carta!), já não preciso ir ás reuniões da escola, não tenho que assinar recados, não tenho que dar autorização para ires ás visitas de estudo, etc...., mas só isso, porque tal como te dizes sentir uma "adolscente", continuas a ser a nossa menina a quem vamos proteger, mimar, enfim tudo aquilo a que te habituámos. bjs.ADORO-TE.

marshmallow disse...

Joana, acredita que é uma coisa horrível, ter-se dezoito anos.
Enquanto anseias por tê-los, existe um objectivo na tua vida: completá-los para teres aquilo que não pudeste ter até então (pelos mais diversos motivos).
No entanto, depois de os fazeres e veres que as coisas realmente não são assim, o tempo vai passar a voar. Digo-o porque estou praticamente a fazer dezanove anos, e não houve muita coisa que mudasse num ano, na minha vida.
Bom, faculdade, carta (que ainda não a tenho, por isso, não, não se tira num ou dois mesitos ahah), trabalho...
Se soubesse e se pudesse? tinha estancado nos 17!
:)

Joana Filipa disse...

Obrigada a todas! Um grande beijinho e daqui a um ano cá estarei para fazer um balanço deste primeiro ano com a idade adulta. Sim, a idade, porque a mente ainda continua bastante adolescente!! :)*