terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Mas a vida corre e não espera


Sabes aquela sensação de andar sem rumo? Sabes o que é olhar para o mesmo sítio, todos os dias, e a cada dia, descer à tua mente a mesma imagem? Sabes que por vezes, dou por mim a olhar para todos os cantos e a procurar algo que eu própria desconheço?
Sinto um vazio tão ténue e tão, comitantemente assolapado que já não me consigo encontar.

2 comentários:

Gustavo disse...

Experimenta percorrer aqueles caminhos habituais. Mas olhando para coisas diferentes. Sítios para onde nunca olharias habitualmente. Vais ver que há tua volta estão montes de coisas em que nunca reparaste.
Vais encontrar respostas onde menos esperas. ;)

Joana Filipa disse...

Obrigada Gustavo :)