quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Pessoas para recordar - Grace Kelly


Uma mulher lindíssima. Um rosto que jamais será esquecido. Uma atriz, mas acima de tudo, uma princesa. E como de costuma dizer "Once a princess, always a princess".

5 comentários:

Inês C disse...

olha amiga, vais ter de ser mais criativa e parar de fazer posts muito relativos aos meus e aos da Maria. Tens de ter ideias e pensar pela tua cabeça. Se queres ter um blog, é para seres original e não usares temas, imagens parecidas e MUITO MENOS frases que são inumeras vezes referidas não aqui. E não precisas de dizer que é mentira porque tu sabes que não é. e este post mostra isso SUPER bem.

Joana Filipa disse...

Em primeiro lugar não tens de falar assim comigo que eu não te fiz nada. As meninas de humanidades têm muito o dom da palavra, mas vamos a ter calma. Eu não falei mal a ninguém e portanto não gosto que o façam comigo. Esta frase realmente muitíssimo usada pela Maria, não é dela, é uma frase super ouvida em inúmeros filmes. E o facto é que se emprega a esta mulher às mil maravilhas. Quanto aos posts, eu não me limito a contar o meu dia a dia e de como sou louca por saldos. Vou um bocadinho além disso. Não falo em maquilhagem nem vernizes, nem em mil e um temas que aparecem nos vossos blogs.
Escusam de ficar tão chateadas por a Maria se ter lá confundido com o prémio nobel que só foi ganho por dois portugueses, até porque pronto, toda a gente tem os seus equívocos.
Falar assim comigo é que me parece absolutamente escusado quando eu abordo temas que vocês provavelmente nem ligam nenhuma, a avaliar pelos blogs. Não estou a criticar ninguém, cada um escreve sobre o que quer e gosta, mas daí a dizer que o meu blog é uma cópia do vosso.. Meu deus, eu visito uns 20 blogs por dia!
Não vale a pena pegar em mais nada do que disseste, fico-me mesmo por aqui.

M.A. disse...

Joana, tem calma, que a Inês nem sequer sabia que tínhamos estado a falar do prémio nobel ok? Agora fiquei mesmo chateada, pois para além de tentares inferiorizar as "meninas das humanidades", estás a simular que somos fúteis e burrinhas só porque escrevemos sobre vernizes, compras, saldos, maquilhagem e tudo o mais? Sabes as minhas notas, da escola? Sabes as notas que a Inês tem na escola? Se nos consideras burrinhas e fúteis ao ponto de dizer que só nos limitamos a escrever sobre futilidades, então fica sabendo minha amiga, que é um dom ser tão inteligente como nós e conciliar simultâneamente os estudos com o interesse pela moda, maquilhagem e tudo a que nos "limitamos a escrever no blog". Se achas que és muito culta assim porque até tinhas razão no que toca à nossa conversa no teu blogue sobre o prémio nobel e o Saramago, faço-te uma lista com 10 palavras que tu nunca sequer tinhas ouvido na vida ou imaginavas sequer existirem. Ficamos por aqui.

Inês C disse...

Se não tem nada a ver porque ficaste tão ofendida? podias perfeitamente ter dito isso como disseste sem a parte 'das meninas das humanidades' e o 'louca por saldos', porque isso não te torna superior, antes pelo contrário...
Mas se a carapuça te serviu, tu lá sabes.
E nós nem precisamos de dizer mais nada. Agora vê é se ganhas juízo e um bocadinho de idade, já agora, antes de tares a falar do que quer que seja a respeito dos outros sem antes te veres ao espelho ou avaliares tu as Tuas coisas! E também acções já agora. porque se eu não falei de forma correcta e talvez tenhas interpretado ainda de pior forma, tu só perdeste a razão toda (;

Joana Filipa disse...

Mas dizer "meninas de humanidades" inferioriza alguém? Disse que tinham o dom da palavra e acho que isso não tem nada de errado. "Louca por saldos", que tem de especial? Se calhar também o sou, apenas não o referi. Estava a falar de temas referidos no blog.
Notas na escola? Não considero que a inteligência se veja por aí, e não, não sei as notas nem de uma nem de outra, porque sinceramente não me interesso por saber, caso contrário, saberia. Mas pergunto, sabem as minhas?
Não chamei burra nem fútil a ninguém, isso já são deduções feitas.
E por último, achas que por eu estar em ciências não sei essas tais "10 palavras"? Agora sim, tu estás a substimar-me, pois não sabes nada de mim nem do que eu fiz no campo das letras.