segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Já agora, que neve


Estou completamente congelada e estoirada. Saí de casa por volta das nove e meia da manhã e ainda não parei. No entanto, o pior não é bem o cansaço, é este frio que parece não querer amainar. Vesti uma camisola de linho, uma camisola de lã, um casaco de malha, umas collants grossas, umas calças, umas meias, umas luvas, um blusão e calcei umas botas de pêlo e mesmo debaixo de tanta roupa (senti-me mesmo enchouriçada!!) ainda tive frio... A minha preocupação ao escrever isto é mesmo "que tenho de mais quente para vestir amanhã?!?!". Dou os meus sinceros parabéns e congratulações a quem, mesmo com este frio de morte, consegue andar vestida "corpinho bem feito", eu cá sentia-me um monte de roupa sem formas, mas que se lixe, desde que o frio não entre, tasse bem.
Só mais uma coisinha, já que temos de levar com este gelo constante, podia nevar! Sempre era diferente e nos distraíamos dos arrepios que percorrem o corpo o dia todo. Era só uma ideia, se o tempo me estiver a ouvir, faça lá a vontade.

3 comentários:

VanessaSofia disse...

mesmoo :x eu também hoje andei vestida com tanta roupa que quase nem me mexia :$ parecia um robô a andar e os braços nem subiam, ficavam só a meio do corpo :x amanha é que vai ser bonito... acho que ainda levo é o cobertor para a escola :b

Joana Filipa disse...

Eu já pensei em andar com a mantinha atrás ahah Realmente está insuportável!!

VanessaSofia disse...

havia de ser uma coisa gira, vais ver que era capaz de virar moda e tudo :b a serio, qualquer dia viramos cubo de gelo, já nao me admira nada :$