quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

A maior desilusão da minha vida

O mais difícil já está feito. O corte do cordão umbilical foi dado. Decisão tomada, consequências adquiridas. Tenho plena consciência do que fiz, do que daqui advém. É triste que tenha de ser assim por uma pessoa que não merece consideração nenhuma. Já se sentiram traídos por amigos, não já? Agora imaginem o que é serem traídos pelas pessoas que mais amam. É difícil imaginar, não é? Quando um namorado trai, é chato sim, ficamos a achar que depositámos a nossa confiança na pessoa errada, que nos entragámos em vão e isso tudo, mas como acham que será saber que aqueles que idolatravam completamente, que davam a vida e mais se fosse preciso por eles, vos trocam em pról de nada. Repito, de nada.
Sei que não vão ler e sem que também acham que eu é que estou errada e que invento coisas, mas gostava que soubessem que chorei ontem, choro hoje e chorarei amanhã. E quem sabe mais tarde ou mais cedo não chorem vocês por mim.
Às vezes quando a desilusão se sobrepõe ao amor, as coisas acabam. E isto acabou. Não sei se consigo aguentar que tenha acabado. Mas mesmo que não consiga, não vou voltar atrás.

Sem comentários: